Sobre o Comuni

O Núcleo de Estudos de Comunicação Comunitária e Local (COMUNI) pesquisa os processos de comunicação popular, alternativa, comunitária e local e sua relação com o exercício da cidadania. Investiga a comunicação protagonizada por movimentos sociais, ONGs, instituições públicas e privadas de mídia local e comunidades virtuais. No contexto da globalização das comunicações, há uma dinâmica de revalorização da comunicação local e comunitária, perpassada pelo avanço tecnológico e pelo interesse social na ampliação da cidadania. Ao mesmo tempo em que o mundo se globaliza, a organização em torno de comunidades e o interesse pelas comunicações de base local se desenvolve, gerando processos comunicativos que pedem re-elaborações conceituais.

O projeto temático “Mídia Local e Comunitária”, aberto em 1999 no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Metodista de São Paulo, coordenado pela Dra. Cicilia M. K. Peruzzo, vem favorecendo as pesquisas sobre a comunicação popular, comunitária e alternativa e suas inter-relações com o desenvolvimento da cidadania e as manifestações da mídia local. O COMUNI é parte desse trabalho visando o avanço da pesquisa e a integração de pesquisadores dispersos pelo Brasil. Foi oficialmente criado em 31 de maio de 2004 mediante registro no Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Agrega pesquisadores de diferentes estados, tanto entre os que se formaram na Metodista quanto em outras instituições.

Assim sendo, o Comuni, atualmente caracterizado como uma Comunidade Emergente de Investigação (CEI COMUNI) tem “nós” de atuações em São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Pernambuco, Piauí, Bahia, Minas Gerais e na Paraíba, como também em outros países: Moçambique e Bélgica.